Temos percebido que personagens dark tem sido foco da cultura POP e do universo Geek. Batman e Darth Vader são tendência em todos os lugares. Com a mesma pegada, é lançado o Fiat Toro Blackjack. Uma versão muito ousada do veículo que é sucesso entre os amantes de Fiat.

A Blackjack é de longe o produto mais chamativo entre as picapes. Não é um modelo para “ganhar as ruas”, mas a ideia já chamou atenção dos rivais.

As rodas da Toro foram escurecidas, ganhando tom grafite escuro. Retrovisores externos, friso da grade dianteira e barras de teto também possuem o tom “black”. Tudo está black, até o símbolo da Fiat na tampa da caçamba, na grade dianteira, volante e até a chave. O painel central – assim como os bancos – leva a escritura “Blackjack” acima da central multimídia.

A Blackjack é, basicamente, um modelo Freedom em sua essência. A Fiat equipou a Toro Blackjack com o competente 2.4 Tigershark, de 186 cv e 24,8 kgfm de torque a 4.000 rpm, com 91% dessa força disponível a partir de meros 2.000 rpm. O câmbio é o mesmo, de nove marchas, utilizado nos modelos movidos a diesel. E fica evidente como o casamento entre motor e câmbio é um dos melhores na linha.

A caixa automática, de nove marchas, é bem escalonada, e não hesita em entregar toda a força do motor 2.4 Tigershark em uma redução mais abrupta, quando necessário.

Ficha Técnica

Motor: 2.4, 16V, quatro cilindros em linha, flex
Potência: 186/174 cv (E/G) a 6.250 rpm
Torque: 24,9/23,5 kgfm a 4.000 rpm
Transmissão: Automática de nove marchas, tração dianteira
Suspensão: Independente, McPherson (dianteira)/ Independente, multibraço (traseira)
Freios: Discos ventilados (dianteiros) / tambores (traseiros)
Pneus: 215/65 R16
Dimensões: 4,91 m (comprimento) / 1,84 m (largura) / 1,68 m (altura), 2,99 m (entre-eixos)
Tanque : 60 litros
Caçamba: 683 litros
Consumo (E/G): 5,9 km/l / 8,6 km/l (cidade) e 7,4 km/l / 10,8 km/l (estrada)